Tchella (32) é uma mulher do show:  cantora, compositora, atriz premiada (Cannes), musicista, produtora e preparadora de palco. Artista Groove e Pop finalista do Prêmio Profissionais da Música de 2019. Formada em Artes Cênicas e Canção Popular, desenvolveu sua carreira profissional transitando por diversas linguagens: circo, teatro de rua, teatro infantil, cinema, performance e música. Percorreu território nacional e internacional apresentando-se em todos os tipos de palco para os mais variados tipos de público até unir suas habilidades performáticas em seu primeiro álbum autoral, o Transmutante (2018). O álbum e a artista circularam em turnê nacional e foram elogiados publicamente pelo crítico e musicólogo Zuza Homem de Melo. Em 2020 Tchella é destaque em mais de 13 importantes jornais pelo Brasil, em matéria de Julio Maria (respeitado jornalista musical), que retrata a ousadia da artista em transportar para o mundo online conceitos do espetáculo e realizar, ao lado do marido Josué Torres (cenógrafo, eletro e infotécnico), uma  temporada de shows online que arrecadou 8 mil reais, na Pandemia. Além disso, a artista é CEO do projeto Presença de Palco!, lançado em  2020 orienta mais de 70 artistas na construção de sua identidade e presença artística no mercado musical, sendo convidada a palestrar sobre o tema no FIMUCA (Festival Internacional de Música em Casa), na Orquestra Sinfônica do Espírito Santo, na EMESP Tom Jobim.


Tchella iniciou sua carreira aos 12 anos, estudando Teatro e Teclado Popular no conservatório. Passou a adolescência trabalhando técnicas do circo, dança, música e teatro. Ingressou na universidade (USJT) aos 17 anos, onde além de cursar a graduação em Artes Cênicas, estagiou trabalhando mais de três mil horas como atriz no projeto do Departamento de Marketing da instituição. Formou-se aos 20 anos e ingressou no Núcleo Circense da Escola Livre de Teatro, ainda estudou Teatro de Rua na Unesp. Trabalhou com importantes grupos e cias nacionais e internacionais de teatro e circo: Núcleo Pavanelli de Teatro de Rua e Circo (SP), Tá na Rua (RJ), Núcleo Caboclinhas (SP),  Theatre du Solei (FRANÇA). Aos 26 anos a artista vivenciou duas experiências fundamentais para sua transmutação: uma turnê internacional com teatro musical sobre Patativa do Assaré, onde além de atuar, tocar e cantar, ministrou oficinas sobre musicalidade brasileira para alunos da Universidade de Coimbra; e protagonizou filme vencedor do Leão de Prata no Festival de Cannes, na França. Este contato entre uma multiartista brasileira e o mundo exterior, despertou em Tchella a vontade de realizar um projeto autoral, em que pudesse se expressar de forma integral, e assim nasceu o álbum Transmutante.  


Transmutante foi produzido de forma independente, através de um bem sucedido crowdfunding que arrecadou 13 mil reais. O trabalho explora a veia performática e carismática da artista, que explora sua voz potente para despertar diversas emoções e criar personagens. Além de suas composições, Tchella interpreta canções de Pedro Lauletta e Antonio Dantas. Sua presença de palco e domínio da cena a colocam em ascensão no mercado musical .

2010 - present

2010 - present